segunda-feira, 2 de março de 2009

Aprenda a driblar a sua ansiedade



 
 

Enviado para você por Penha através do Google Reader:

 
 

via Efetividade.net de augusto em 24/02/09

Indicação de Nilda Neves:

Você já parou para pensar se é ou não uma pessoa ansiosa?

Antes de responder, verifique se você sabe o que "ser ansioso" significa. Ao contrário do que muitos acreditam, a ansiedade não se manifesta apenas quando você só pensa na festa do final do mês ou quando você está louca de vontade de ver seu namorado e não pode porque ele ainda não chegou de viagem. Muito menos quando você tem aquele frio na barriga antes de uma prova difícil.

Ansiedade é muito mais que tudo isso. Apesar de não ser considerada uma doença, ela é caracterizada por sintomas. "Psiquicamente é sentida como medo, expectativa, insegurança, preocupação persistente e sempre está relacionada a algum acontecimento futuro que pode ser pouco ou muito ameaçador, dependendo do modo de ver da pessoa", explica a psiquiatra Dalka Castanheira Gattaz.

Já no estado físico, revela-se por um mal-estar difuso, inquietação, tremores, sudorese, boca seca e aperto no peito, que é a angústia. É importante ressaltar que o ansioso de carteirinha não precisa ter todos os sintomas, às vezes ele possui só um ou outro e em intensidades variáveis.

Mas calma! Você sabia que a ansiedade não tem a finalidade de nos derrubar? Isso mesmo, ela pode até ser vista por uma perspectiva positiva. Para a psiquiatra Dalka, a ansiedade não é um mal em si mesmo porque nos prepara para o enfrentamento de ameaças e perigos.

O texto acima foi publicado originalmente no site da Cristiana Arcangeli. Para saber mais, assista ao vídeo e visite os artigos abaixo:

O Efetividade.net registra seus agradecimentos a Nilda Neves pelo envio deste material.


 
 

Coisas que você pode fazer a partir daqui:

 
 
TwitThis
Share |

0 comentários:

;

Pesquisa na WEB

Carregando...

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também