terça-feira, 12 de maio de 2009

Acabe com as rejeições: dicas para o sucesso do seu website



 
 

Enviado para você por Penha através do Google Reader:

 
 

via Blog do Google Brasil de Emmanuel Evita em 06/05/09


Esta é uma das postagems da série: 'O poder das medições,' postado anteriormente no Google Blog (em Inglês). Achamos que o tema é interessante para nosso publico brasileiro, então estamos postando a serie também em português. Essas postagems têm como objetivo a divulgação de maneiras de tornar o seu website o mais bem-sucedido possível nas atuais condições econômicas. Nas próximas semanas, nosso guru interno do Google Analytics, Avinash Kaushik, e outros vão desmistificar o mundo da análise de websites e oferecer dicas para você aproveitar ao máximo as suas métricas.


Você acreditaria se eu dissesse que não é necessário ter um doutorado para entender os dados do seu website? Não? Acredite. Ferramentas gratuitas como o Google Analytics podem ajudar a simplificar os dados do website para que você entenda melhor o que os visitantes fazem quando chegam ao seu site.

Uma das melhores inovações para entender websites foi oferecer ótimas métricas de dados para que você possa fazer alterações diretas no seu site. Na primeira lição da série O poder das medições, aprenderemos sobre a taxa de rejeição e como entender essa taxa pode ajudar a melhorar o seu website.

Você pode estar acostumado a ler sobre quantas "visitas" um site ou uma página recebeu. Mas registrar uma "visita" tinha um significado diferente em 1985, quando era essencialmente uma page view (o número de vezes que a sua página da web era visualizada). Hoje, cada página da web recebe muitas "visitas", o que torna essa métrica insignificante. Embora o número de visitas que uma página recebia ter sido a melhor maneira de avaliar seu sucesso, hoje temos métricas mais completas e detalhadas para analisar o desempenho das suas páginas da web.

A taxa de rejeição é reveladora porque, da perspectiva do visitante de um website, ela mede o seguinte fenômeno: "Eu vim, vomitei e fui embora." (OK, tecnicamente a taxa de rejeição também é o número de sessões com apenas uma page view.) Enquanto as métricas como "Visitantes" mostram o número de pessoas que visualizaram o seu site, a taxa de rejeição dirá quantas dessas pessoas não ficaram impressionadas e saíram do site sem tomar nenhuma ação (nem mesmo honrar o site com um único clique!).

A taxa de rejeição tem estes atributos:

1) É difícil não entender. Ela mede o número de pessoas que chegaram ao seu site e se recusaram a dar até mesmo um único clique!

2) Está disponível na maioria das ferramentas de análise da web, incluindo o nosso Google Analytics.

3) É rápido e fácil de usar. A taxa de rejeição ajudará você a entender onde e como fazer alterações no seu website em menos de uma hora.

Agora, vamos começar a agir. Se você tiver uma conta do Google Analytics, verá essas informações ao fazer login:



Isso significa que aproximadamente 77% dos visitantes vieram ao site, "vomitaram" e saíram. Ai! Com base nesses dados, você precisará fazer mudanças, pois as coisas precisam melhorar. Veja a seguir duas ideias simples e específicas:

Dica 1: Descubra de onde os seus visitantes estão vindo e quais desses sites encaminham os visitantes com a maior taxa de rejeição. Para fazer isso, vá para o relatório "Fontes de tráfego" (no Google Analytics ou em qualquer ferramenta que estiver usando), clique em "Sites de referência" e pronto!

Em aproximadamente 15 segundos, você saberá quais sites são seus "melhores amigos" e onde você precisa prestar mais atenção. Ao identificar os sites que encaminham visitantes com altas taxas de rejeição, você poderá investigar as razões (as campanhas, o contexto no qual o link está inserido, os anúncios) e fazer alterações para garantir que os visitantes encontrem o que estão procurando quando chegam ao seu site.

No entanto, pode não ter sido somente as campanhas que afastaram seus leitores; pode ter sido a página específica na qual os visitantes chegaram. Isso leva à Dica 2: Vá para "Conteúdo" (no Google Analytics) e clique no relatório "Principais páginas de destino":


Você pode visualizar páginas diferentes do seu website à esquerda e as taxas de rejeição correspondentes à direita. Lembre-se de que você não decide a página inicial do seu website. Quando as pessoas fazem pesquisas, o mecanismo encontra a página mais relevante do seu site e essa será a página inicial. Se você tiver 50.000 páginas no seu website, terá 50.000 páginas iniciais. O relatório acima está mostrando as 10 principais páginas do seu website e quais não estão correspondendo às suas expectativas e não estão envolvendo os visitantes para obter ao menos um clique!

Em menos de uma hora, você pode descobrir quais fontes são suas "melhores amigas" e quais páginas do seu site precisam ser melhoradas. Isso garantirá taxas de rejeição mais baixas, maior envolvimento com o seu site e talvez até uma receita maior. Para saber sobre outras maneiras de usar a taxa de rejeição, acesse este artigo (em Inglês) no meu blog sobre análise da web, Occam's Razor.

Boa sorte!

Postado por: Avinash Kaushik, Evangelizador do Analytics

 
 

Coisas que você pode fazer a partir daqui:

 
 
TwitThis
Share |

0 comentários:

;

Pesquisa na WEB

Carregando...

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também