quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Exército controla suprimentos com Seal

 
 

Enviado para você por Penha através do Google Reader:

 
 


O Exército Brasileiro iniciou a implantação de um programa de gestão de suprimentos que pretende, a partir do rastreamento realizado com coletores de dados portáteis, aumentar o controle de materiais em instalações diversas.

Para tanto, a equipe do exército criou o Sistema Integrado de Informações Logísticas (SiLog), que tem interface com um Sistema de Gerenciamento de Depósito (SGD) ligado ao middleware.

A estrutura trabalhará associada a leitores de etiquetas da Seal, que serão utilizados em todos os itens controlados.

Para o projeto, a Seal atuou em parceria com a Intermec, especializada na oferta de soluções integradas de tecnologia para a transmissão de dados entre a cadeia de suprimentos.

Ao todo, foram implantados 16 coletores de dados CN3 e IP30, além de 15 impressoras de etiquetas com código de barra PM4i.

O projeto piloto, voltado a produtos de alimentação, fardamento & equipamentos e insumos de saúde, será implantado no 21º Depósito de Suprimentos do Exército, em São Paulo, que atende a 61 bases militares no estado. Só nesta etapa, o sistema irá monitorar mais de 9 milhões de itens vindos de mais de 500 fornecedores.

Depois, a iniciativa se estenderá a outros 15 depósitos.

"Esse programa de gestão deve também trazer economia aos cofres públicos, à medida que o processo de compra e venda passará a ser realizado com base em informações mais precisas sobre a demanda por materiais", declara o coronel Luiz Antonio, responsável pelo projeto no exército.

Segundo ele, com o novo sistema de gestão a expectativa é também que o exército amplie a qualidade das informações sobre a disponibilidade de materiais, evitando, por exemplo, perdas com estocagem por tempo indevido.

"Os leitores farão o controle da entrada e saída dos materiais, enquanto o sistema será alimentado por informações sobre a demanda dos itens por unidade militar. A rastreabilidade vai permitir o controle de todas as fases da logística e compras realmente baseadas na demanda", avalia o coronel.


 
 

Coisas que você pode fazer a partir daqui:

 
 
TwitThis
Share |

0 comentários:

;

Pesquisa na WEB

Carregando...

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também