segunda-feira, 26 de julho de 2010

Em cinco anos, o Google Chrome estará na versão 36.0?

 
 

Enviado para você por Penha através do Google Reader:

 
 

via Google Discovery de Guilherme S. Canhetti em 23/07/10

chromium Em cinco anos, o Google Chrome estará na versão 36.0?Nos fóruns e comentários dos blogs que vejo por aí, as pessoas que acompanham o desenvolvimento do navegador da Google costumam se espantar com o modo como ele "pula" de versões tão rapidamente. Além disso, causa admiração de diversos usuários o pequeno lapso temporal entre uma e outra versão estável do programa.

Para se ter uma noção, ainda não se passaram nem 2 anos do lançamento do programa e ele já está prestes a estabilizar sua versão 6.0!

Por outro lado, essa "afobação" toda não ocorre com os outros navegadores e pode estar ajudando o Google Chrome a alavancar seu número de usuários ativos, em comparação aos grandes concorrentes.

O Mozilla Firefox, por exemplo, teve sua segunda versão estável lançada após 1 ano de lançamento da primeira. A terceira versão demorou ainda mais, isto é, quase 2 anos para ser lançada. E assim por diante, seu ciclo de versões estáveis vinha durando aproximadamente 12 meses, até que a gigante das buscas entrou na guerra com seu navegador e a Mozilla teve de revisar seu planejamento.

No entanto, apesar da velocidade como são disponibilizadas essas versões, a equipe de desenvolvimento do Chromium (projeto open source do Google Chrome) divulgou hoje que aumentará a frequência de liberação de novas versões estáveis, com os principais objetivos de:

  1. Diminuir o tempo que os usuários finais levam para receber as novidades desenvolvidas;
  2. Tornar o cronograma mais previsível e fácil de ser cumprido; e
  3. Reduzir a pressão que pesa sobre os engenheiros, sempre que se tem de terminar uma nova versão estável.

O primeiro dos objetivos, se alcançado, contentará muitos usuários do navegador (quer fanáticos, quer não), pois eles passarão a receber os "grandes" novos recursos assim que estiverem completamente desenvolvidos.

Vamos dizer, por exemplo, que a Google termine o desenvolvimento da "exibição prévia de impressão", que é um dos recursos mais solicitados pelos usuários. No entanto, digamos que os engenheiros ainda precisem, por exemplo, terminar o desenvolvimento de um novo botão, já que o cronograma dizia que a nova versão estável só seria lançada com os dois recursos prontos. O que vinha ocorrendo nesse caso era que, caso a equipe responsável não conseguisse terminar o novo botão em tempo, ou a nova versão saía sem o recurso que não estivesse pronto e ele aguardaria uns 3 meses para ser lançado, ou o lançamento de toda a versão era prorrogado. Certamente, por esses e outros motivos, a Mozilla tem tamanha dificuldade em cumprir seus cronogramas.

Podemos, também, ler nesses objetivos acima uma provável explicação para o avanço já tão rápido da numeração das versões do navegador da Google. Todavia, como divulgado, a empresa ainda não está satisfeita e pretende dobrar a velocidade do processo.

Conforme disse a Google, a partir dos próximos meses as versões serão lançadas ainda mais rápido para que os novos recursos que já estiverem prontos sejam utilizados pelos usuários tão logo se estabilizem. Consequentemente, o cronograma de lançamento será mais rigorosamente cumprido e os engenheiros poderão andar tranquilos pelos jardins do googleplex.

Os usuários (que são os mais importantes) não mais terão de esperar o longo ciclo de desenvolvimento de seu navegador, que vinha ocorrendo conforme ilustra a imagem abaixo:

google chrome ciclo desenvolvimento Em cinco anos, o Google Chrome estará na versão 36.0?

Desse modo, segundo minhas estimativas, o Google Chrome poderia chegar a sua versão 36.0 apenas nos próximos cinco anos!

Se você for realmente impaciente ou quiser experimentar os diferentes estágios de desenvolvimento do navegador, faça o download do "canal de atualização" que preferir por meio dos links a seguir: DevBetaEstável (versões para Windows).

E caso queira entender no que diferem cada um desses canais, clique aqui e leia em inglês a definição dada pela Google.

Guilherme S. Canhetti é estudante de Direito e fanático pelo Google Chrome, em especial.

---
Artigos relacionados no Google Discovery

  • Google quer aumentar a participação do Chrome no mercado
  • Versão final do Google Chrome 3.0 é liberada para download
  • Lançamento do Google Chrome OS poderá ocorrer em uma semana
  • Hack: Google Chrome no Windows 7 Beta 64-bit
  • Já é possível baixar o Google Chrome


  •  
     

    Coisas que você pode fazer a partir daqui:

     
     
    TwitThis
    Share |

    0 comentários:

    ;

    Pesquisa na WEB

    Carregando...

    assine o feed

    siga no Twitter

    Postagens

    acompanhe

    Comentários

    comente também