terça-feira, 27 de maio de 2008

SEO com JavaScript e Flash como Usar Corretamente



 
 

Enviado para você por Penha através do Google Reader:

 
 

via Mestre SEO de Clara Senne em 22/05/08

Em um mundo perfeito, os detalhes da apresentação de um site não deveriam afetar o seu ranking nos serach engines. Porém, mais do que isso, afetam a percepção de valor de um usuário humano e o seu posicionamento.

Conteúdo relevante é o que os usuários estão procurando e a meta de um search engine é fornecê-la. Então, neste mundo perfeito, páginas que contenham as mesmas informações serão classificadas de forma semelhante, independentemente das tecnologias utilizadas em sua composição. Infelizmente, em muitos casos, a verdade é bem diferente.

Usar Flash ou AJAX para apresentar informações, por exemplo, pode deixar seu site muito mais invisível para os search engines. Do mesmo modo, usando links baseados em JavaScript para a navegação, você poderá proporcionar o mesmo resultado infeliz.

Esse é o primeiro post de uma série que pretende mostrar como utilizar JavaScript, Flash e outros recursos em seu site sem atrapalhar o SEO.

Arquitetura Global

Vale a pena mencionar que há determinadas decisões de arquitetura que são categoricamente problemáticas para qualquer campanha de SEO. Se os superiores de gestão, por exemplo, exigem um site totalmente construído em Flash, o SEMarkerter terá que gastar muitos neurônios para alcançar uma boa relação com o search engine. Da mesma forma, se a lógica de negócios exige que usuário faça um login antes que possa ver qualquer conteúdo, é fácil antecipar o que vai causar problemas para o SEO. Um spider não irá efetuar o login e, por conseguinte, não verá nada, exceto a página de login. Tecnicamente, é possível empregar cloaking para detectar a presença de spiders e entregar-lhes o conteúdo sem exigir-lhes o login. A não ser que existam circunstâncias que impõem restrições contraditórias, aconselhamos as seguintes orientações gerais:

  • Não exigir aos visitantes que façam login antes que eles possam visualizar seu conteúdo.
  • Apresentar uma cópia com texto claro, sem imagens de todo o conteúdo baseado em Flash. Use um design baseado em HTML/CSS - não use AJAX ou Flash sempre que puder evitar.
  • Não exigir dos visitantes suporte a JavaScript para a navegação a ser funcional.

Search Engine-friendly JavaScript

Search engines são projetados para indexar conteúdo, e não executar códigos de aplicação. Portanto, JavaScript, quando utilizado de maneira errada, pode degradar a relação do site com o search engine. Por outro lado, o JavaScript não é categoricamente problemático, e tem a sua utilização adequada.

Links JavaScript

O primeiro cenário discutido é a utilização do código JavaScript para a navegação. Um link JavaScript é qualquer botão ou texto que, quando clicado, navegue em uma página. O aspecto típico de um link JavaScript:

<a href="#" OnClick="local.href='http://www.exemplo.com'; return false;">Texto Ancora</a>

A principal objeção à utilização deste tipo de link é o uso de JavaScript quando um link regular seria suficiente. Isso tipicamente evita que um spider siga os links, e também impede que os usuários que desabilitam o JavaScript naveguem no seu site. Usá-los para toda a navegação pode impedir que um site seja indexado como um todo. Se você precisa usar esses links, proporcione alternativas de navegação em algum outro lugar no site.

As mesmas questões também seriam aparentes na navegação envolvendo tecnologias dinâmicas, como Java Aapplets, AJAX e Flash. Em geral, qualquer navegação não alcançada utilizando uma âncora padrão (tag: <a>) irá dificultar a indexação do site. Agora, o Google parece estar seguindo alguns links JavaScript óbvios. No entanto, e porque esta é a exceção e não a regra, depender disto não é recomendado.

Da mesma maneira, usar JavaScript como uma espécie de página excluída do protocolo, isto é, assumindo que spiders não vêem ou seguem links em JavaScript, também é desaconselhável. Mesmo que o JavaScript não seja seguido pelos spiders, outros sites podem linkar para tal URL, e provavelmente a página seria indexada independentemente. Se você não quer que um link seja indexado, você deve excluí-lo usando o robots.txt ou a meta tag de exclusão.

Otimização de Sites e Links Patrocinados

Procurando uma empresa séria, experiente e com conhecimento em Otimização de Sites ou Links Patrocinados?
Entre em contato e solicite um orçamento.

Confira toda a lista de artigos em: Mestre SEO

SEO com JavaScript e Flash como Usar Corretamente


 
 

Coisas que você pode fazer a partir daqui:

 
 
TwitThis
Share |

0 comentários:

;

Pesquisa na WEB

Carregando...

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também