terça-feira, 30 de setembro de 2008

Deficientes também blogam



 
 

Enviado para você por Penha através do Google Reader:

 
 


No início, os blogs eram tidos como ferramenta de desabafo para adolescentes, onde a maioria de escritoras do sexo feminino contavam o seu dia-a-dia em layouts cor-de-rosa. Se você contasse a alguém que possuía um blog, pronto, ele tem um diário pessoal. Hoje o cenário já é outro, blogs já fazem parte do nosso cotidiano, são utilizados com ferramenta de divulgação de novos produtos, campanhas, spam.

Hoje em dia quem não tem um blog praticamente não está na mídia. Pessoas portadoras de deficiências especiais não são diferentes, elas também utilizam a Internet, fazem compras, visitam blogs. Recentemente fiquei conhecendo um projeto muito interessante através do Alessandro Novais, que é chamado de Nossos Poetas.

O Projeto

O Blog Nossos Poetas conta parte da história de vida dos pacientes das Casas André Luiz. Uma Instituição filantrópica sem fins lucrativos que tem mais de 60 anos de existência, sempre cuidando de pessoas com algum tipo de deficiência. Hoje em dia mais de 610 pessoas recebem cuidados diários. Conta com médicos, dentistas, pedagogos, cuidadores, nutricionistas, fisioterapeutas, entre outros profissionais. Não para por ai. No Ambulatório de deficiência mental, mais de 850 pessoas /mês recebem atendimento de qualidade gratuitamente e retornam para suas casas.

No Blog Nossos Poetas, os portadores de necessidades especiais, escrevem suas autobiografias, poesias que retratam a visão que têm do mundo, suas opiniões e conselhos para se viver melhor. Esses textos são produzidos de várias maneiras: alguns pacientes são alfabetizados e escrevem, outros usam a fala para ditarem sua mensagem e outros, usam o Sistema Bliss de Comunicação Alternativa. Eles possuem uma prancha com vários símbolos, e através do apontar, do olhar, de expressões faciais e corporais demonstram o que querem falar. Desta forma são estruturados seus diálogos e elaboradas suas poesias.

Esse blog é motivo de muita satisfação para estes poetas, porque mesmo vivendo em regime de internato, eles têm a oportunidade de serem ouvidos e vistos pelo mundo.

Método Bliss

Símbolos são sinais figurativos, seres animados ou elementos que representam um conceito, ou então atributos ou emblemas de um conceito. Os símbolos e a linguagem simbólica têm se tornado um meio eficaz e criativo de comunicação para pessoas portadoras de déficits de comunicação verbal e visual.

O método Bliss é um método de comunicação originário do trabalho de Charles Bliss, que tinha a intenção de criar uma linguagem escrita internacional que pudesse ser usada com objetivos trans-lingüísticos. Este método foi desenvolvido no Canadá e tem atualmente uma grande utilização em paralisias cerebrais. Um exemplo de símbolo usado: para representar um "banco", faz-se a combinação dos símbolos de "edifício" e "dinheiro", assim como o símbolo para "dia" é a combinação do símbolo para "sol" sobre o símbolo "Terra". O uso de símbolos têm grande utilização pelos adeptos da comunicação alternativa e aumentativa, com a aplicação de informática e dos recursos eletrônicos para seu emprego. O Bliss foi inspirado na matemática, especificamente nas idéias do Filósofo Leibniz, e também na piictografia chinesa. O Sistema reúne 9 formas básicas a partir das quais se desenham todos os sinais.

Prancha utilizada no método Bliss

Um instrumento que utiliza o método Bliss é a prancha computadorizada, desenvolvida pelo engenheiro Jean Michalaros. Ela permite que, também através de um simples movimento, o usuário selecione uma letra ou símbolo e com eles forme palavras e frases. A escolha da letra ou símbolo também é feita através do sistema de varreduras luminosas. Essas palavras e frases podem ser enviadas para outra prancha, para o monitor de um computador ou para uma impressora.

Método Bliss

O LM BRAIN cacteriza-se por um dispositivo de auxílio à comunicação capaz de utilizar qualquer sistema de comunicação alternativa existente, em conjunto com a linguagem escrita. A filosofia do programa é baseada no uso de PRANCHAS de comunicação. Estas pranchas são divididas em uma matriz de células contendo símbolos, letras, palavras, frases, imagens ou comandos para o computador. Estas PRANCHAS podem estar interligadas uma as outras através de instruções específicas que são acessadas pelo controle do usuário, permitindo sua navegação por todo o sistema.

A LM Biotecnologia é uma empresa que presta serviços nas áreas de Engenharia Biomédica e Engenharia Clínica. Fundada em 1990, a LM Biotecnologia conta com uma equipe de Engenheiros e Técnicos especializados, com cursos de pós graduação a nível de Mestrado e Doutorado, capazes de oferecer à sua empresa o melhor em tecnologia, peças e serviços.

Mais informações


Já conhece o meu novo blog? O endereço é o: CSS no Lanche
Blue Host


 
 

Coisas que você pode fazer a partir daqui:

 
 
TwitThis
Share |

0 comentários:

;

Pesquisa na WEB

Carregando...

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também