sábado, 7 de novembro de 2009

Como utilizar blogs em empresas?

 
 

Enviado para você por Penha através do Google Reader:

 
 

via Produzindo.net de Gabriel Barboza em 06/11/09

Parece ironia, mas esse blog nunca teve um artigo sobre blogs em empresas. Claro que talvez não seja o foco principal, mas é importante derrubar alguns preconceitos e idéias atrasadas que ainda existem sobre essa ferramenta no ramo empresarial.

Uma coisa se tornou moda nas micro e pequenas empresas é o seguinte pensamento: "Não tem um site? Crie um blog!". Muitas vezes essa ferramenta ainda é vista apenas como uma alternativa barata para empreendedores inserirem seus negócios na internet. De fato, isso ajuda a inserir, mas nem sempre é da forma adequada.

Site x blog

Para começo de conversa, é importante contextualizar todos à respeito da diferença entre um blog e um site. Para alguns, talvez seja fácil de notar. Mas para muitos outros, o conceito ainda é vago e difuso.

Um site começa como um folder virtual para o seu negócio, expondo informações sobre a história e atuação da empresa, sobre o foco dos seus produtos e/ou serviços, informações de contato, etc. Podemos encaixar como site também lojas onlines, ferramentas de relacionamentos, etc. Quando falamos em blog, falamos de um site que é especializado na atualização de conteúdos, ou seja, se o seu empreendimento não possui a necessidade de expor com frequência novas informações aos seus associados/clientes, não há porquê ter um blog. Uma empresa de RH poderia, por exemplo, criar um blog e expor ali as últimas vagas de emprego.

blogs-01Toda a comunicação tem um retorno (compartilhado ou não). Se você fala algo que alguém não gosta, essa pessoa vai esboçar uma reação, podendo ser desde uma cara de nojo, um sorriso amarelo ou até um ataque histérico. O blog também se diferencia pela possibilidade de monitorar como os leitores avaliam o conteúdo que você compartilha através do sistema de comentários. Claro que nem todos os internautas comentam, mas já é uma boa pesquisa em profundidade.

Também não basta você ter conteúdo para ir apenas postando sem nenhum nexo. Nem sempre seu cliente quer saber se você comprou uma sede nova ou como está o seu faturamento. Você deve saber colocar conteúdo de forma clara e relevante para o leitor – e para isso você deve definir quem é o seu público e estudar quais são os seus interesses.

"E como devem ser os textos no blog?"

Há anos atrás, vivíamos no mundo da "web 1.0″, na qual somente quem possuía conhecimento técnico poderia inserir seu conteúdo na internet. Hoje, vivemos no contexto da "web 2.0″, que é a internet colaborativa. Pesquisamos e nos baseamos em conteúdos colocados por outros internautas, e a prova disso é a Wikipédia que é uma enciclopédia virtual composta apenas por textos de usuários. Por isso, o conteúdo que você vai compartilhar deve ser relevante.

Lembre-se sempre de não copiar e colar o relatório anual da sua empresa no blog. O texto de internet deve ser curto e de fácil entendimento (não é todo mundo que consegue ler um relatório negocial, por exemplo), pois a leitura no computador é sempre mais cansativa. É difícil ler um livro no computador e mesmo que você consiga, vai notar um certo cansaço. São características como essa que fazem com que o jornal impresso e as revistas ainda não tenham sido extintos.

Além de textos curtos, utilize frases curtas e dê um espaço de uma linha entre cada parágrafo para o seu texto não fique aquele blocão que a gente cansa só de bater o olho. Subtítulos também quebram o texto e facilitam a leitura.

Para finalizar, utilize letras simples, como Arial, Verdana, Tahoma ou Trebuchet. As serifas (detalhes nas pontas e cantos das letras da fonte) cansam a vista, por isso você nunca conseguiria ler um parágrafo escrito na letra da Coca-cola, porque tem muitos detalhes.

"Ok, minha empresa precisa mesmo ter um blog. Como fazer?"

A praticidade é um dos grandes pontos a favor do blog. Diferente do site, ele é muito fácil de ser criado, é popular, é fácil de editar seu conteúdo, além de ser gratuito. Existem vários serviços web que oferecem serviço de criação blogs, mas vou falar apenas das alternativas mais profissionais.

O Blogger é muito fácil de trabalhar. Essa ferramenta do Google oferece a você modelos de layout prontos, um modo fácil para postar suas mensagens e apresentar seu conteúdo – basta ter uma conta no Gmail. Porém, os layouts prontos são simplistas, o que pode deixar o seu trabalho pouco profissional. O meu blog pessoal está hospedado lá, mas eu baixei um layout pronto de outros sites da internet.

O Wordpress é uma ótima alternativa para quem já possui bons conhecimentos em Tecnologia da Informação. Ele te dá mais liberdades para trabalhar layout e modelos de edição, mas é mais restrito para quem já conhece a linguagem HTML. Se você tiver alguém que conheça um pouco sobre isso na sua empresa, é uma ótima pedida e você não vai se arrepender.

Existem outras aplicações como o Tumblr, que possui os links já com um sistema de URL simplificada para você postar dentro dos seus 140 caracteres no Twitter. Particularmente, não sugiro para empresas, pois ele é de textos mais curtos e é muito simples.

Se encaixou no perfil? Crie um blog e entre nessa blogosfera!

(créditos da imagem para flickr:minifig)

——

Quem é Gabriel Barboza?
Componentes: Seis semestres de Relações Públicas pela UFRGS; Assessoria de Comunicação da CAIXARS; Free Lances na área de produção de conteúdo e planejamento de comunicação; Ética. Recomendações: Utilize somente em casos de curiosidade e/ou dúvidas; aberto para receber pautas; Blog pessoal Tiro-Livre. Contra-indicação: Viciado em comunicação.
"Como utilizar blogs em empresas?" apareceu originalmente no site Produzindo.net.
Por favor veja o termo de uso dos nossos feeds clicando aqui.

Leia também

  1. Primeira promoção conjunta dos blogs Dinheirama e Produzindo.net
  2. Não entendo essas empresas…
  3. O que é o Twitter e como tirar proveito máximo dessa ferramenta


 
 

Coisas que você pode fazer a partir daqui:

 
 
TwitThis
Share |

0 comentários:

;

Pesquisa na WEB

Carregando...

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também